Dúvidas

Cuidado íntimo

1.

É verdade que devo usar roupas íntimas de algodão?

A roupa íntima de algodão reduz o risco de infecções na Zona V, pois cria menos irritação, nos protege da umidade, é hipoalergênica, oferece melhor ventilação, regula o PH vaginal, não tem produtos químicos e tem maior durabilidade. Existem muitas vantagens em usar roupas de algodão.

2.

Por que um seio é maior do que o outro?

Você deve saber que 99,9% das mulheres têm diferenças, não só nos seios, mas em muitas outras partes do corpo como rosto, pernas ou pés. É normal ter uma glândula mamária maior que a outra, mas a diferença é muito pequena, quando a diferença é muito acentuada, é importante que você consulte o seu ginecologista para avaliar a necessidade de outro exame. A assimetria mamária consiste na forma, tamanho ou situação de uma mama diferente da outra. Pode afetar toda a mama até uma área como o mamilo ou aréola. A assimetria é normal. Ocorre durante a puberdade ou período de desenvolvimento e, uma vez na idade adulta, essa assimetria geralmente é leve e não acarreta nenhum problema para o bem-estar físico, embora possa causar um problema estético ou psicológico. A causa dessa alteração é que uma mama começa a se desenvolver mais cedo, também porque pode crescer mais rápido que a outra. Uma vez que o desenvolvimento esteja completo, se a assimetria for muito evidente ou gerar uma preocupação significativa, o tratamento cirúrgico como a cirurgia estética pode ser considerado. Recomenda-se que você realize um autoexame mensal da mama para palpar quaisquer caroços ou caroços que possam ser detectados.

3.

É normal para mim sempre ter corrimento vaginal?

O corrimento vaginal vem das glândulas do colo do útero, que produzem uma secreção transparente e pode variar em consistência, cor e odor. Essas secreções podem ficar esbranquiçadas ou amareladas quando expostas ao ar, mas são variações normais e não têm mau odor. A quantidade de muco produzida pelas glândulas cervicais varia ao longo de todo o ciclo menstrual, que é normal e depende da quantidade de estrogênio circulando no corpo. Também é normal e esperado que as paredes da vagina liberem algumas secreções, cuja quantidade depende dos níveis de hormônio no corpo. Algumas das causas que aumentam o corrimento vaginal normal são estresse emocional, ovulação, gravidez e excitação sexual. Um corrimento vaginal que muda repentinamente de cor para amarelo, verde ou cinza, odor (mau cheiro) e consistência pode ser um indício de uma infecção e é recomendado que, se ocorrer, você vá ao seu ginecologista para avaliar as características e um manejo médico específico, ter corrimento vaginal anormal não é saudável para nossa Zona V.

4.

É normal que o corrimento vaginal cheire mal?

Não, existe corrimento vaginal que consideramos normal quando é incolor, inodoro e não apresenta sintomas na Zona V como coceira ou desconforto. Essa secreção é secundária à secreção de glândulas no colo do útero e na vagina que ajudam a manter a lubrificação da vagina. Pode ser estimulado por estresse, ovulação, gravidez ou excitação sexual. Se o corrimento tem um cheiro ruim, às vezes semelhante ao cheiro de peixe, pareceria ser uma infecção vaginal, que também vem acompanhada de coloração esverdeada, amarelada ou acinzentada e desconforto vaginal, nesse caso você deve contatar seu ginecologista.

5.

Usar roupas justas me machuca?

Roupas justas às vezes podem trazer menos benefícios do que pensamos, estudou-se que causam desconforto em várias partes do corpo, pois diminuem a circulação nas pernas ao usar calças muito justas, dificultam o retorno do sangue e mulheres com varizes eles podem ser menos favorecidos por apresentarem dilatação das veias e edema (inchaço) das pernas. Usar roupas que limitam os movimentos sobrecarrega os músculos e as vértebras para se moverem normalmente e isso resulta em lesões na coluna, que é a que sustenta os movimentos.

6.

É normal ter coceiras na Zona V?

Não. A coceira na Zona V é secundária a um processo infeccioso. Se estiver associada a um mau cheiro e / ou corrimento vaginal, recomendamos que você faça um exame médico para avaliar se será necessário iniciar algum tratamento médico.

7.

A depilação da Zona V é prejudicial?

Os pelos da Zona V, além de considerações estéticas, cumprem uma função muito importante, que é a de proteção. Quanto mais é removido, mais desprotegida fica a área. A remoção de todos os pelos ao redor dos grandes lábios deixa mais suscetível a infecções vaginais, como infecções por fungos. Entre as vantagens da depilação dos pelos genitais e púbicos estão o aumento da higiene, do conforto e da estética. A depilação genital pode ser feita com cera ou lâminas de barbear e em qualquer opção deve-se usar uma espuma ou gel de barbear, para remover os pelos de maneira fácil e rápida. Recomendamos que você não remova todo os pelos.

8.

É bom remover permanentemente os pelos genitais com laser?

O laser como método de depilação é uma variante. Não é aconselhável remover todos os pelos da zona V, pois funciona como uma proteção de entrada de microrganismos que podem causar infecções vaginais.

9.

O tamanho dos meus pequenos lábios é normal?

O aspecto que parece preocupar muitas mulheres é a forma, o tamanho e a cor dos pequenos lábios. Para muitas mulheres, os pequenos lábios são maiores do que os maiores. A cor dos lábios pode ser marrom ou preta, não rosa. Eles podem ser grossos e enrugados em vez de finos e lisos. Muitas vezes são assimétricos. Os pequenos lábios encontram-se no interior dos grandes lábios, estendem-se desde o capuz do clitóris, formando um prepúcio, até envolverem o orifício da uretra e a vagina, e terminam no denominado garfo perineal, a poucos centímetros do ânus. Têm comprimento médio de 5,7 cm. O revestimento desses lábios é diferente do dos grandes lábios, pois possuem uma membrana mucosa altamente inervada e irrigada, razão pela qual são mais sensíveis.

10.

É normal sentir caroços nos seios?

Sim é normal, mas nem todas as mulheres os apresentam e mesmo as mulheres que os apresentam não o fazem em todos os ciclos. Isso se deve à ação hormonal. Para pensar em algo anormal, vários fatores devem ser levados em consideração, como idade, herança familiar e fatores predisponentes. O melhor é o autoexame mensal. A mamografia é recomendada após os 40 anos ou antes, se você tiver fatores de risco, como um parente de primeiro grau com câncer de mama antes dos 40 anos. Existe outra doença benigna como a mastopatia fibrocística que pode ter as mesmas características, mas a diferença é que aparecem em qualquer dia do ciclo. Para evitar esses desconfortos, deve-se evitar a ingestão de produtos que contenham xantina, substância que potencializa os sintomas mamários, e os alimentos que a contêm são café, chocolate, refrigerantes, vinho, sementes de abóbora, entre outros.

11.

Por que os mamilos mudam de cor?

Os mamilos podem ter muitas formas, tamanhos e cores diferentes, alguns escuros, claros, rosa, castanhos, grandes, pequenos. As aréolas, que são a pele colorida ao redor do mamilo, podem ser extremamente claras ou muito escuras. A gravidez pode fazer com que seus mamilos e aréolas fiquem maiores e mais escuros.

12.

Devo usar sabonetes especiais para minha Zona V?

É altamente recomendável o uso de sabonetes íntimos para sua zona V, pois contêm ácido lático que ajuda a regular o pH vaginal, que é ácido 4,5, auxiliando no crescimento das células de defesa vaginal (lactobacilos) e assim reduzindo significativamente a incidência de infecções vaginais, odor e desconforto.

13.

Para que servem as duchas?

As duchas vaginais têm como objetivo limpar a cavidade da Zona V. São realizadas com a introdução de um jato de líquido na vagina, porém este procedimento não é indicado por especialistas, pois ao realizar esta lavagem interna retiram toda a flora da vagina que é capaz de defendê-la contra uma infecção, da mesma forma que o pH vaginal é modificado favorecendo infecções. Existem diferentes substâncias com as quais se faz esta lavagem, seja com água, com vinagre ou com alguns medicamentos especiais.

A vagina tem a qualidade de se limpar, portanto o motivo de ficar limpa não torna o uso do chuveiro imprescindível. Duchas vaginais serão prescritas em casos médicos muito específicos. Caso contrário, é recomendável limpar a Zona V apenas com sabonete íntimo externo.

14.

Para que servem os protetores diários?

Os protetores são utilizados nos últimos dias do ciclo quando o sangramento é escasso e diariamente para evitar a umidade da Zona V, devido ao fluxo transparente, hialino, inodoro, secundário à secreção das glândulas vaginais como lubrificação normal. Isso evita que sua roupa íntima fique manchada. Você deve trocá-los 3 vezes ao dia.

15.

São chamados de protetores diários porque devem ser usados todos os dias?

Sim, porque nos ajudam a ficar limpas e secas na Zona V. Não só absorvem umidade, mas também os fluidos naturais e normais que essa zona contém. Eles nos mantêm mais secos e confortáveis, livres de odores desagradáveis. Não se deve esquecer de trocá-los 3 vezes ao dia para evitar infecções vaginais.

16.

Quando devo usar protetores diários?

No final do ciclo menstrual são recomendados, pois o sangramento é escasso. E também diariamente para evitar odores ruins e manter seca a Zona V. Você deve trocá-los 3 vezes ao dia para evitar infecções vaginais.

17.

O que são sabonetes íntimos?

São um item de higiene íntima que contém ácido lático, para a limpeza externa diária da Zona V.

18.

Para que servem os sabonetes íntimos?

Por conter na sua composição ácido lático, ajudam a manter um pH vaginal ácido, ou seja, de 4,5 a 5, favorece o crescimento dos lactobacilos, que são as células de defesa vaginais e previnem infecções vaginais.

19.

Quando devo usar sabonetes íntimos?

Devem ser usados diariamente na rotina de higiene íntima, para reduzir o risco de infecções vaginais, além de fazer você se sentir mais fresca e confortável a cada dia.

20.

É ruim você não usar sabonetes íntimos?

Se outros sabonetes perfumados ou perfumados forem usados, é mais provável que o pH vaginal mude e haja infecções. Por isso, recomenda-se o uso de um sabonete íntimo.

21.

Devo introduzir sabonetes íntimos na minha Zona V ou apenas usá-los do lado de fora?

Não. Duchas vaginais são contraindicadas, o uso de sabonete íntimo é externo, lavando muito bem todos os componentes da Zona V.

Meu Período

1.

Qual é o período menstrual?

O período ou menstruação é o sangramento normal que as mulheres apresentam quando o óvulo é expelido do ovário e não é fertilizado. Então, o revestimento interno do útero, denominado endométrio, se desprende na forma de sangramento e ocorre a cada mês.

2.

De onde vem meu sangue menstrual?

O sangramento vaginal de cada ciclo provém da descamação da camada funcional do útero denominada endométrio, bem como do sangramento dos vasos sanguíneos que irrigam o útero, como consequência da ausência de fertilização do óvulo e implantação do blastocisto (esboço embrionário) no endométrio.

3.

Qual deve ser a cor do meu período?

Durante a menstruação podemos identificar três cores que são consideradas normais. Cor marrom é secundária à expulsão da parte interna do útero (tecido endometrial) que é de consistência mucosa; A Cor vermelha é sangue fresco e provém dos vasos sanguíneos que irrigam o útero, geralmente tem consistência líquida, já a cor rosa transparente é plasma sanguíneo, água e proteínas, e ocorre no processo de cicatrização das paredes internas do útero no final da menstruação. Estas são as cores em que pode variar e devem estar em equilíbrio à medida que a menstruação avança.

4.

Por que às vezes noto uma cor diferente?

Depende do dia do ciclo menstrual em que você está, as alterações da cor do sangramento são normais e cada ciclo é diferente mês após mês. Geralmente é mais amarronzada no início do ciclo, vermelho no meio e transparente no final.

5.

Com que frequência deve chegar a minha menstruação?

O período menstrual deve ocorrer a cada mês, geralmente ocorre a cada 28 dias, com janela de 21 a 35 dias e depende de cada organismo. Se esses períodos forem encurtados ou prolongados, é considerado sangramento uterino anormal e deve ser avaliado por um especialista.

6.

Até que idade é normal o período de chegada?

Em média, a primeira menstruação ocorre entre as idades de 10 a 14 anos, caso isso não aconteça, todos os casos em que não tenha ocorrido antes dos 16 anos são considerados amenorréia primária (ausência de menstruação), 97% das mulheres têm a primeira menstruação antes dos 15 anos.

7.

Quantos dias meu período deve durar?

O ciclo menstrual geralmente dura de 3 a 7 dias e isso depende de cada organismo. Todos os seus ciclos não precisam necessariamente ter a mesma duração, além do que isso pode mudar com o tempo.

8.

Quanto devo sangrar durante a menstruação?

O fluxo de um período menstrual no total é de cerca de 30 a 80 ml, é composto de sangue, tecido endometrial e outros fluidos vaginais.

9.

Até que idade vai a menstruação?

O ciclo menstrual para de ocorrer aproximadamente entre os 45 e 55 anos, com idade média de 51, isso é diferente em cada mulher e essa fase é chamada de menopausa. É o período na vida da mulher em que seus períodos menstruais param e a função reprodutiva termina.

10.

Minha menstruação pode atrasar quando estou estressada?

Sim, o estresse atua diretamente sobre nossos hormônios, alterando o ciclo menstrual. Além do atraso na menstruação, o estresse pode nos causar cansaço, sonolência, dores no baixo ventre e a presença de ciclos irregulares que não aparecem mês após mês, mas aparecem além de 2 ou 3 meses. Os hormônios secretados pelos ovários e envolvidos no ciclo menstrual seguem instruções de uma glândula cerebral chamada hipófise, por isso o que acontece no sistema nervoso influencia nossa menstruação. É aconselhável praticar exercícios e algumas técnicas de relaxamento para reduzir o estresse, a ansiedade, os sintomas pré-menstruais e nos sentirmos muito melhor conosco mesmos.

11.

Por que meus seios doem quando minha menstruação está prestes a começar?

A dor nas mamas é conhecida como mastodinia e ocorre devido à estimulação hormonal, uma vez que os níveis de estrogênio são mais elevados durante esse período e causam retenção de líquidos no tecido mamário. A intensidade e a duração da dor dependem de cada mulher, geralmente aparecendo 5 a 7 dias antes da menstruação e repetindo a cada período. A dor na mama antes da menstruação faz parte dos sintomas da síndrome pré-menstrual.

12.

Minha menstruação pode mudar se eu fizer dietas muito rígidas ou me exercitar muito?

Sim, a dieta e os exercícios afetam os níveis hormonais e a composição corporal, os quais desempenham um papel importante na regulação dos ciclos menstruais. Exercícios intensos e dietas extremamente restritas não só causam estragos nos níveis de hormônios do corpo, mas também causam uma diminuição perigosa na gordura corporal. A restrição calórica por meio de dieta extrema, anorexia, bulimia ou exercícios extremos pode levar a deficiências nutricionais, reduzir o metabolismo e fazer com que os ciclos menstruais parem completamente. Por outro lado, dietas ricas em gordura saturada junto com atividade física limitada também podem afetar os ciclos menstruais e piorar os sintomas pré-menstruais.

13.

É normal ter muito sangramento com coágulos durante a menstruação?

Não, os ciclos menstruais normais geralmente apresentam uma perda de sangue de 30 a 80 ml e nenhum coágulo de sangue. Muitas mulheres apresentam sangramento anormal entre as menstruações em algum momento de suas vidas. O sangramento anormal ocorre quando ocorre em quantidade mais abundante que o normal, se dura mais dias do que o normal, se há manchas ou sangramento entre os períodos menstruais, se há sangramento após o contato sexual, se você tem ciclos menstruais que duram mais de 35 dias ou menos de 21 dias. Se você apresentar alguma dessas anormalidades, sugerimos que vá ao seu ginecologista para uma avaliação médica completa.

14.

O que é um absorvente feminino?

São produtos usados para absorver o sangue durante o período menstrual. São usados externamente na zona V, são feitos de materiais diferentes dependendo do estilo. Recomenda-se trocá-los a cada 4-6 horas para manter a área V seca e limpa.

15.

Como você usa um absorvente feminino?

As toalhas são colocadas sobre a roupa interior, têm uma cola adesiva na base que adere à roupa. É importante que sejam trocados a cada 4 a 6 horas, independentemente do grau de umidade, para evitar infecções vaginais, umidade e maus cheiros.

16.

Com que frequência devo trocar um absorvente feminino?

As toalhas femininas devem ser trocadas por estarem muito úmidas e isso não deve ultrapassar 4 a 6 horas, a fim de nos manter secas e confortáveis, prevenir odores ruins e o risco de contrair uma infecção vaginal. Lembre-se que a zona V é suscetível a reter umidade, por isso recomendamos que você a troque constantemente.

17.

Quando devo usar absorvente noturno?

A quantidade de sangue que se perde na menstruação varia em cada mulher, cerca de 30-80 ml são perdidos. Porém, há mulheres que perdem mais do que isso. A quantidade de sangramento é diferente nos diferentes dias de menstruação, por isso é importante escolher o produto certo para esses dias de acordo com suas necessidades. As toalhas de noite são mais longas e mais grossas do que as normais e irão ajudá-la, nos primeiros 2-3 dias quando a quantidade de sangramento for mais abundante, a dormir em paz e evitar acidentes para maior proteção.

18.

Quantos tipos de absorventes femininos existem?

Existem vários tipos de absorventes, dependendo da sua capacidade de absorção desde ultrafinas, finas, normais e noturnas (fluxo super intenso). Existem absorventes com e sem abas. Bem como protetores diários para os últimos dias do ciclo. Cada embalagem de absorvente possui o Fluxo-V que indica o nível de fluxo capaz de absorver, para orientá-la a escolher a melhor opção de acordo com suas necessidades.

19.

Como escolho o absorvente certo para mim?

A escolha dos absorventes femininos vai depender do dia do ciclo em que você está, já que o primeiro dia é mais escasso, mas entre o segundo e o quarto dia o sangramento é mais abundante. Existem diferentes opções quanto ao grau de absorção do absorvente. Durante a noite, os absorventes noturnos são uma excelente opção.

20.

O que é melhor, um absorvente externo ou um absorvente interno?

As duas opções são boas e servem para o mesmo fim (absorção), a diferença é que os absorventes internos devem ser introduzidos na sua Zona V e os absorventes são para uso externo. Ambos devem ser trocados a cada 4 a 6 horas para evitar infecções vaginais e maior umidade na zona V. Sua escolha depende muito de sua preferência e das atividades diárias que realiza.

21.

O que é um absorvente interno?

É um artigo de higiene íntima em forma de tubo, com núcleo comprimido de material absorvente coberto por uma tela.

22.

Como você usa um absorvente interno?

Ele é colocado na Zona V, inserindo-o completamente para absorver os fluidos dele. Existem diferentes espessuras, dependendo da quantidade de fluxo. O absorvente interno vem um cordão que fica para fora do seu corpo e puxando-o, ajuda a removê-lo após o uso.

23.

Com que frequência devo trocar meu absorvente interno?

Assim como os absorventes femininos, o absorvente interno deve ser trocado por 4 a 6 horas para não manter a Zona V úmida e favorecer infecções vaginais, odores desagradáveis e desconforto, mas também para evitar acidentes e manchas na roupa, lembre-se que os absorventes também possuem grau de absorção, se você deixar um por muito tempo pode ser que seu funcionamento não seja adequado.

24.

Quantos tipos de absorventes internos existem?

Existem diferentes tipos dependendo do grau de absorção que você precisa, e isso altera sua espessura. Você pode encontrar tampões para fluxo leve, moderado ou intenso no mercado, não importa o modelo que você escolher, você deve se lembrar de trocá-los a cada 4 a 6 horas.

25.

Como devo escolher o absorvente interno certo para mim?

Deve ser escolhido dependendo da quantidade de sangramento no ciclo menstrual e do dia em que foi detectado. Em dias de sangramento intenso, o absorvente interno deve ser abundantemente absorvido. Lembre-se de trocá-lo a cada 4-6 horas.

26.

O que devo fazer se o absorvente interno ficar preso?

Primeiro você deve manter a calma, o absorvente interno vem um cordão que fica para fora do seu corpo para ser puxado e retirado, se isso não acontecer você pode tentar inserir o dedo indicador e o polegar para puxá-lo para baixo ou vá ao seu ginecologista para ajudá-la a remover o absorvente interno.

27.

O que devo fazer se o cordão se desprender do absorvente interno?

Você pode tentar remover o absorvente interno introduzindo seu polegar e o indicador na sua vagina e puxando-o para baixo . É importante que você adote uma posição confortável, seja sentada ou deitada. Ou vá ao seu ginecologista para ajudá-la a remover o absorvente interno.

28.

O que acontece se eu colocar o absorvente interno errado?

Se colocar o absorvente interno de forma incorreta, ou seja, não o inserir na íntegra e parte dele ficar fora da sua Zona V, o mais frequente é sentir dor ou desconforto vaginal, por isso recomendamos que retire e volte a colocar, certificando-se de inseri-lo totalmente em sua Zona V.

29.

Se eu colocar um absorvente interno, eu perco minha virgindade?

Devemos lembrar que o hímen é uma fina membrana que se localiza a aproximadamente 1 cm da entrada da vagina. Sua função é fechar parcialmente a entrada, possui perfurações no centro para permitir a passagem do sangue durante o ciclo menstrual. A perda da virgindade ocorre com o rompimento dela durante o primeiro encontro sexual. O hímen não tem função biológica, é muito elástico e pode permanecer intacto mesmo após os primeiros encontros sexuais. Portanto, é errado relacionar a perda da virgindade com o rompimento dessa membrana. Você deve se perguntar:

Se o hímen funciona como uma barreira, um absorvente interno não poderia rompê-lo? A resposta é não, pois tem um orifício para a passagem do fluxo menstrual. Essa abertura é grande o suficiente para inserir um absorvente interno. O orifício pode ser muito pequeno para o absorvente interno passar. Se for esse o caso, é melhor não insistir e recorrer a absorventes. Perder a virgindade envolve fazer sexo, é importante que você saiba que usar absorvente interno não vai roubar sua primeira vez. Em caso de dúvida, é aconselhável ir a uma consulta com o seu ginecologista.

30.

Posso engravidar durante a menstruação?

Há uma pequena probabilidade de engravidar se você tiver relações sexuais desprotegidas durante o período. Isso pode ocorrer em mulheres que têm ciclos menstruais curtos ou irregulares. Outra possibilidade é se houver sangramento de escape e pode ser confundido com o ciclo menstrual e a mulher pode estar ovulando nessa época, o que aumenta a possibilidade de gravidez. O uso de anticoncepcionais é recomendado durante todo o período menstrual.

31.

Posso tomar algum remédio para postergar a chegada da minha menstruação?

Sim, existem métodos que se baseiam na ingestão contínua de pílulas anticoncepcionais no momento em que se deseja postergar o ciclo menstrual, pois sabemos que a menstruação ocorre quando a ingestão de pílulas anticoncepcionais é suspensa por privação hormonal. Isso deve ser indicado e supervisionado por especialista no assunto, pois pode gerar alterações hormonais e atrasos nos próximos ciclos menstruais.

32.

É normal que a menstruação atrase se tomar a pílula do dia seguinte?

Após o uso da pílula do dia seguinte, o período menstrual deve ser normal e iniciar no dia normal, às vezes pode ocorrer alguns dias antes ou depois, se o período começar 5 dias depois do esperado ou ocorrer sangramento anormal, pode-se suspeitar da gravidez e é necessário consultar um ginecologista.

33.

Em que dias do meu ciclo posso engravidar?

Ao longo do ciclo existe a possibilidade de engravidar e isso varia dependendo dos dias em que fazemos sexo, na verdade, todos os dias do ciclo podem ser férteis, inclusive os dias da menstruação, já que a ovulação pode variar de mulher a outra. Se o ciclo menstrual durar 28 dias, a ovulação ocorre no dia 14, e os dias férteis serão 3 dias antes e 3 dias após a ovulação, ou seja, entre os dias 10 a 19 do ciclo.

34.

Posso sangrar até a morrer durante a menstruação?

O sangramento menstrual intenso é considerado um distúrbio menstrual e deve ser identificado precocemente e avaliado por um profissional. Dificilmente você poderá sangrar até morrer, mas poderá haver distúrbios e/ou alterações como estado de fadiga crônica e anemia. De qualquer forma, essa situação deve ser tratada e corrigida imediatamente.

35.

Por que a pele da Zona V fica irritada durante a menstruação?

A pele da zona V é muito sensível, o fluxo durante o período mantém essa área úmida, o que favorece a colonização de microrganismos, irritação da área e desconforto.

Usamos cookies apenas para reconhecer um visitante constante e melhorar sua experiência de navegação. Os cookies são pequenos arquivos de dados transferidos de um site da web para o disco do seu computador e não armazenam dados pessoais. SAIBA MAIS