Cuidado Diário: Tudo o que você precisa saber

Ter familiaridade com o seu “normal” é um bom modo de se sentir mais confiante com o seu corpo. Isso também faz com que você se sinta consciente sobre eventuais mudanças

Todas as mulheres uma vulva diferente: seu formato, tamanho e cheiro variam! E isso é um motivo para ser celebrado. Se você é familiar com o seu normal, você pode julgar se tudo está bem, ou se alguma mudança deve ser checada com seu médico.
Sua vulva é constituída pelos lábios externos, lábios internos, clitóris e a abertura da vagina. Os lábios internos e a sua vagina foram feitos para serem úmidos: e as descargas de líquidos ajudam a manter o nível de umidade correto e deixam as coisas saudáveis para manterem o seu ph natural, protegendo as boas bactérias e se livrando de algo potencialmente perigoso.
A umidade é saudável e normal, porém se ela for em excesso, isso pode trazer incômodos, especialmente quando você soma suor, e as descargas de sangue (menstruação) nesse contexto.
Uma ducha rápida pode interromper o desenvolvimento das bactérias e o mau odor. Mas você pode ter outras dúvidas. Por exemplo, qual o melhor sabão e lavagens vão melhor respeitar a sua vulva e o ph da sua vagina, para evitar coceira, sentir secura ou dor? Ou como você pode se sentir limpa e fresca durante seus dias super ocupados e se você não pode se duchar?
E após a puberdade, cuidar da sua área íntima é um pouco mais do que usar apenas água e sabão. Portanto, é uma excelente ideia ter uma rotina de cuidados íntimos para manter sua zona V limpa e higiênica. A grande variedade de produtos de higiene íntima disponíveis significa que há algo para todos os gostos.
Se você está se aproximando da menopausa, uma lavagem íntima com propriedades hidratantes será útil para ajudar a combater a secura vaginal.

Cuidado especial do seu jeito - V-Care™

Ao longo da vida, certas mudanças podem alterar a aparência, textura e funcionamento da vulva. Isso pode incluir desde o parto até a menopausa e métodos contraceptivos que contenham hormônios. Você pode notar diferenças na quantidade de secreção produzida ou na sensibilidade da vulva. As mulheres experimentam mudanças de muitas maneiras diferentes.
À medida que seu corpo se adapta a essas diferentes fases, o mesmo acontece com sua rotina do cuidado da sua zona V. Mas a maneira como você se preocupa - de como (e com que frequência) você se lava, aos produtos que usa e ao que faz com os pelos púbicos (pode não ser nada!) – depende totalmente de você.

Quando algo não está certo...

Existem alguns problemas comuns na Zona V que você pode enfrentar de vez em quando. Isso pode incluir irritação ou coceira (se você estiver usando um sabonete liquído ou creme para o corpo a que seja sensível) e sapinos, uma infecção por fungos que causa feridas nos lábios e altera a consistência da secreção.
Outra infecção comum é a vaginose bacteriana, com sintomas que incluem uma secreção fina e acinzentada e um cheiro desagradável. Se alguma coisa está deixando você desconfortável, uma consulta médica geralmente identificará se algo precisa de tratamento.

Fontes [1] https://www.nhs.uk/conditions/menopause/ [2] http://www.webmd.com/menopause/features/hormone-replacement-therapy [3] http://www.healthline.com/health/menopause/facts-statistics-infographic#3

Usamos cookies apenas para reconhecer um visitante constante e melhorar sua experiência de navegação. Os cookies são pequenos arquivos de dados transferidos de um site da web para o disco do seu computador e não armazenam dados pessoais. SAIBA MAIS